Comunidades de Altaneira e Nova Olinda recebem técnicos da SOP para discutir projetos do Programa InfraRodoviária Ceará

21 de maio de 2024 - 18:13 # # # # # #

Airton Lima

Dando sequência às consultas públicas junto à população do Interior, como parte do Programa de Qualificação da Infraestrutura Rodoviária do Estado – o InfraRodoviária Ceará, as equipes técnicas da Superintendência de Obras Públicas (SOP) estiveram na sede do município de Altaneira no último dia 16.

A audiência foi realizada na Escola Municipal 18 de Dezembro, onde a SOP fez uma apresentação sobre o projeto de qualificação da rodovia CE-388. Houve presença do prefeito de Altaneira, Dariomar Rodrigues, de secretários municipais e lideranças locais, do gerente do Distrito Operacional (D.O Crato) da SOP, José Muniz, e dos técnicos da Diretoria de Engenharia Rodoviária (Direr) da SOP, assim como a participação de altaneirenses e moradores do município vizinho, Nova Olinda, totalizando 127 pessoas.

Na ocasião, foi explanado de forma didática e inclusiva aos representantes das prefeituras e ao público sobre as etapas da obra, extensão e localização do trecho (com 12,97 km), benefícios socioeconômicos e impactos ambientais, além de melhorias para o tráfego e o fluxo de passageiros e mercadorias.

“Essa é a terceira audiência pública que realizamos, depois dos encontros em Quixeré e Abaiara, em fevereiro. É um momento muito oportuno para a população trocar ideias e esclarecer dúvidas sobre os projetos rodoviários que a SOP vai executar, principalmente para as famílias lindeiras à CE-388 beneficiadas com as obras”, comenta o gerente de Obras Rodoviárias da SOP, Quirino Ponte.

As audiências com a população são pré-requisito do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), com base nas diretrizes do Marco de Política Ambiental e Social (MPAS) aprovado pela instituição. Os apontamentos gerados em cada consulta pública são documentados e entregues ao BID para avaliação e autorização dos repasses financeiros. Dos investimentos direcionados a cada projeto, 80% é financiado pelo BID, enquanto 20% corresponde à contrapartida do Tesouro do Estado.

A previsão é que a SOP promova pelo menos dez encontros em diferentes regiões do estado no decorrer de 2024, 2025 e 2026.